WHAT'S NEW?
Loading...

Coluna do Ouvinte


 Fala, Pessoal! E a Coluna do Ouvinte está de volta! Para quem não sabe do que se trata, aqui vai uma breve explicação:

A ideia do Seriáticos é a de que todos tenham direito de dar a sua opinião quando o assunto é série, por isso que em alguns nos nossos podcasts contamos com a presença de convidados, como foi o caso do Igor no podcast do review da segunda temporada de Misfits (clique AQUI para o link) e também com a participação do nosso amigo ouvinte Lucas Oliveira (LOSK) no Flashview da segunda temporada de V (link AQUI) e o primeiro a participar da Coluna do Ouvinte.

Caso você tenha vontade de escrever sobre séries, ficamos mais do que felizes em publicá-la! Mande um email para seriaticos@gmail.com e colocaremos ela no ar o quanto antes!

E quem fez a Coluna do Ouvinte dessa vez, é a fanática por série Renata Evellyn, que tem um blog pessoal muitíssimo interessante, e escreve sobre o ator William Shatner!


William Shatner, seu lindo!

Só tem um ator que consegue a façanha de alimentar meu interesse por um seriado novo: Tio William Shatner. Você não faz a menor idéia de quem seja o ser? Pois te dou um nome: James T. Kirk.
 

Durante três temporadas e seis filmes, Shatner e Leonard Nimoy (Senhor Spock) fizeram de mim uma viciada em filmes de ficção científica e ação (daqueles mentirosos, cheio de efeitos especiais). E foi exatamente por essa minha adoração por Star Trek, que um belo dia me vi acordando cedo - nessa epóca eu trabalhava numa empresa de telefonia até as duas da manhã – para assistir um tal de Boston Legal, que no Brasil ficou conhecida como Justiça Sem Limites, só por que tinha William Shatner no elenco (é ou não amor?).


Boston Legal estreou nos EUA em 2004 com o enredo que acompanha a vida do advogado Alan Shore (James Spader) no escritório Crane, Poole & Schmidt, em Boston. Ao longo de suas cinco temporadas, a série nos apresenta a vida pessoal e profissional de um grupo brilhante, emotivo, e eu diria bem doido, de advogados.

NOTA: Eu estudo Direito e morro com o quão enfadonho pode ser esse nosso universo. Assistir gente tão surtada quanto eu sendo advogado é bem reconfortante! Paixão à primeira vista por essa série.

O tio Shatner interpretou Denny Crane, visto por muitos da firma como o 'derrotado' e 'maluco' sócio sênior, mas que no meio de suas maluquices mostrava ser um advogado brilhante – todo gênio é meio doido, aprenda. Nessa série, as relações pessoais são levadas ao extremo com muita ação, dinâmica, humor negro e confronto de problemas sociais e morais enquanto os advogados tentam conquistar fama, fortuna e felicidade.

Eu destaco a bela amizade que se constrói entre Alan e Danny, e a luta de Jerry Espenson (Christian Clemenson), que sofre de TOC grave, para conseguir sucesso na carreira jurídica.

A série, para minha tristeza, acabou em 2008, mas Tio Shatner não me deixou órfã por muito tempo. Em Setembro de 2010, estreou ‘Shit My Dad Says’, que a moral puritana fez chamar de ‘$ # *!  My Dad Says’ (pronunciado como ‘Bleep My Dad Say’).


Há pouco mais de um ano, Justin Halpern (então com 29 anos), desempregado, sem dinheiro, sem rumo, e com a marca do salto da ex-namorada na bunda, acabou tendo de voltar a morar com os pais. Sem ter muito que fazer da vida, no dia 03 de agosto, Justin abriu uma conta no Twitter. Sem nada interessante para escrever, ele resolveu colocar na rede as pérolas de sabedoria diárias de seu pai, um senhor de 73 anos veterano da Guerra do Vietnã. O endereço do twitter? @Shitmydadsays (em bom português, ‘as merdas que meu pai fala’).

Resultado? A página de Justin acabou virando um dos maiores sucessos do microblog - 2,027,481 de seguidores e contando -  e ele (ou melhor, o pai dele) uma estrela da Internet. Em pouco tempo, uma editora o procurou para lançar um livro com uma compilação das twitadas, e há alguns meses depois, a rede CBS fechou um contrato para uma série de TV baseada na relação pai e filho.

Mas O MELHOR? Para viver o pai a emissora escalou ele, o primeiro e único, Capitão James Tiberius Kirk: William Shatner .


A série estreou no Brasil dia 07 de Fevereiro, e é transmitido às 21h na Warner Channel. Tio Shatner interpreta Ed, o tal pai de 72 anos, médico aposentado da marinha, casado três vezes e com uma personalidade muito peculiar. Ed acaba tendo que se adptar quando Henry (Jonathan Sadowski, com esse eu casaria facinho!), seu filho do último casamento, acaba afetado pela crise econômica e recorre à última pessoa que gostaria: seu pai.

O elenco fixo conta também com Will Sasso e Nicole Sullivan, que interpretam, respectivamente, filho mais velho e nora do engraçadíssimo Ed.

Shit My Dad Says está em sua primeira temporada também nos Estados Unidos, mas já levou o prêmio de Nova Série Cômica Favorita pelo People's Choice Awards, vencendo a moral puritana dos EUA que criou até um boicote aos produtos anunciados no comercial da série por causa do palavrão presente no nome.


Um comentário: Leave Your Comments

  1. Meto o bedelho no blog alheio e me divirto! OBRIGADO, pelo convite.

    ResponderExcluir