WHAT'S NEW?
Loading...

5 Motivos Para Assistir à Fringe

Não tem como negar, Fringe começou prometendo muita coisa, como se fosse a nova Arquivo X, mas aí deu umas escorregadinhas, até que acertou em cheio e nos presenteou com uma nova série interessante.

Fringe foi uma das séries que mais sofreram com a troca de horários, apesar de ser a produção com maior audiência em uma sexta feira (nos EUA), isso não chega nem perto da audiência que tinha quando começou.

Tudo isso, sem contar que a série é muito cara, tendo um dos episódios, o piloto, na lista de episódios mais caros da história das séries.

Esses são, provavelmente, os motivos para que Fringe esteja em sua última temporada.

Apesar de tudo isso, a série é muito boa e vale a pena acompanhar cada uma das histórias, dos personagens. Então, o Seriáticos apresenta a vocês os 5 motivos para assistir à Fringe, uma das melhores séries de ficção atuais.

Mundos alternativos/ Realidades Paralelas


Fringe nos leva a outros universos. Através da ciência e do incrível Walter Bishop, conseguimos até nos imaginar em uma nova realidade.

Leitura de mentes, teletransporte, envelhecimento precoce, atravessar paredes, viagem no tempo são apenas alguns exemplos.

A série consegue explorar de forma profunda e interessante a possibilidade de termos um universo além do nosso, de forma que todas as atitudes que tomamos aqui, podem ser sentidas do outro lado.

Elenco 


Fringe conta com um elenco incrível.

Para começar, a série conta com ninguém mais, ninguém menos, que Leonard Nimoy, aquele que interpretou o Spock em Star Trek.

Além de Nimoy, podemos contar com a lindíssima Anna Torv, a australiana que interpreta a agente do FBI, Olivia Dunham; Joshua Jackson, ex intérprete de Pacey, na série adolescente Dawson’s Creek e, ainda, temos John Noble, que é, simplesmente, incrível e tem uma atuação como Walter Bishop, que deixaria muitos cientistas de verdade com uma leve dor de cotovelo.

Roteiro


O roteiro de Fringe é excepcional.

Toda a história se encaixa, em todos os aspectos, sejam eles históricos, sociais ou pessoais. Os casos semanais são inteligentes, bem elaborados e desenvolvidos, nada repetitivo ou enjoativo.

O roteiro chama tanto a nossa atenção que, em alguns casos, nos sentimos parte de Fringe.


Surpresa/Suspense

Essa é uma das características de Fringe.

Toda season finale nos deixa com aquele sentimento de ansiedade, procurando criar histórias para saber o que irá acontecer.

Ficamos tão entretidos com cada final, que, muitas vezes, achamos injusto que o Sr. Abrams nos jogue uma bomba e depois “nos vemos na próxima temporada”.

A maioria das coisas que acontecem é inesperada, o que acaba prendendo a nossa atenção à série, de uma forma que nem percebemos.

J.J. Abrams


Não há mais nada a dizer. Você sabe que J.J. Abrams criou a série, pronto, já é motivo suficiente para acompanhar.

Abrams tem diversos trabalhos ao longo de sua carreira e não são quaisquer trabalhos. No seu currículo temos a roteirização do filme Armageddon, a direção e produção do último Star Trek. Além disso, ele foi co-criador, roteirista, produtor executivo e diretor da série Felicity, além de ser o criador de Alias e diretor de Lost.

Essas são só algumas coisas que J.J. Abrams já fez. Ainda podemos citar Alcatraz, Person of Interest, The Office e várias outras.

Em Fringe, Abrams é co-criador, roteirista e produtor executivo.

E, foi com imenso prazer, que apresentei os 5 motivos para que vocês acompanhem essa série que, para mim, é uma das melhores da atualidade.

A série está em sua última temporada e o episódio final já tem data marcada: dia 18/01/2013.

Quem sabe agora você não se interessa e acompanha essa série.






2 comentários: Leave Your Comments

  1. Concordo plenamente com vc, Fringe e uma serie maravilhosa, nunca perdi um capitulo, e uma das melhores series de ficção, pra nao dizer da atualiade, recomendo, numa escala de nota de 0 a 10, dou nota maxima 10.

    ResponderExcluir
  2. Eu nao sabia que o J.J. Abrams era criador da série.
    Não preciso e mais nenhum motivo para comessar a assitir

    ResponderExcluir